Debate Descentralizado: Blockchain, energia renovável e os novos modelos de negócios

O uso de energia está inserido na forma como a tecnologia blockchain que provê e sustenta o bitcoin e outras criptomoedas foi projetada, fundamentada em uma vasta rede descentralizada de computadores. Até este momento, ainda desconhecemos a quantidade exata de energia que o bitcoin consome, mas parece ser um consenso que a mineração de bitcoins e outras criptomoedas é um negócio que consome muita eletricidade predominantemente de fontes poluentes. Portanto, com a crescente procura por máquinas de mineração e mais pessoas entrando nesse mercado, o impacto ambiental das criptomoedas como um todo é motivo de uma preocupação justificável por parte não somente dos investidores, mas de toda a população mundial.


Certamente há um impacto ambiental sobre o modo de vida que levamos, portanto, temos um problema sério nas mãos e precisamos resolver. No Brasil e em outros lugares no mundo novos modelos de negócios vêm surgindo constantemente devido ao blockchain ligados à energia renovável. Já existem várias soluções para amenizar o impacto energético, mas os investidores brasileiros acabam desmotivados perante toda a burocracia que ainda há no país, enquanto existe demanda de energia no sistema nacional de distribuição. O Brasil ainda tem muito a melhorar.


Neste domingo (30/01/2022), o canal Rodrix Digital recebeu a Claudia Mancini, fundadora e editora-chefe do site Blocknews, focado na cobertura do uso de blockchain em empresas, governos e projetos sociais e Germano Sales, CEO do Grupo Light, empresa que representa a tokenização de iniciativas de produção de energia renovável para discutir o consumo de energia global do bitcoin e os vários meios que se apresentam hoje para amenizar o impacto da mineração sobre 5 perspectivas:



1. Consumo de Energia Global do Bitcoin

2. A realidade da Energia renovável no Brasil

3. Novos modelos de negócios no Blockchain

4. Ponto de vista do Regulador

5. Créditos de Carbono, Hype ou Futuro Promissor?



Através do comentário dos especialistas acerca dessas características, revelam-se os bastidores jurídicos desse mercado complexo e vívido e as possíveis soluções para esse problema.

Quer saber como essa conversa se desenrolou? Então não perca o mais recente Debate Descentralizado:


Convidados:

Germano Sales: CEO do Grupo Light, empresa que representa a tokenização de iniciativas de produção de energia renovável por meio da construção de uma usina fotovoltaica no interior do Ceará.

https://www.instagram.com/germano_sales_light/

https://www.linkedin.com/in/germano-sales/?originalSubdomain=br



Claudia Mancini: Jornalista e cientista política, especializada em economia, negócios e blockchain. É fundadora e editora-chefe do site Blocknews, focado na cobertura do uso de blockchain em empresas, governos e projetos sociais.

https://www.linkedin.com/in/claudia-mancini-33111313/?originalSubdomain=br