Debate Descentralizado: Colômbia e a realidade das criptomoedas

À medida que as negociações de criptomoedas aumentam e estas se tornam mais amplamente compreendidas, alguns regimes em todo o mundo tornaram-se mais hostis em relação às criptomoedas. Contudo, também há um número crescente de países amigos das criptomoedas. No caso da Colômbia, as autoridades fiscais já começaram a recuperar o atraso e estão em uma busca constante do maior controle das moedas digitais, lentamente tentando alterar a sua relação com elas, pela percepção clara de seu potencial e da crescente evolução da adoção informal. Ainda mais em um país que resiste a problemas econômicos preocupantes.

O governo está buscando (tendo em vista o dinheiro que eles estão perdendo) registrar isso, e o caminho que eles estão traçando, envolve dar espaço para as empresas atuarem, mas, para que isso aconteça, elas precisam seguir as regulamentações propostas. Querem limitar a liberdade dessa inovação sem mostrar claramente as regras.

Como informa o documentário Colômbia e a Revolução das Criptomoedas, lançado em 2019, o país ocupa a segunda posição em relação ao uso da moeda na América Latina, perdendo apenas para a Venezuela. A juventude está trazendo esse avanço econômico para dentro do país e o governo colombiano deve abraçar isso o mais rápido possível para prosperar. O documentário acabou de ser relançado com cenas inéditas, confira abaixo:

Colombia e a Revolução das Criptomoedas | DOCUMENTÁRIO

Neste domingo (13/03/2022), o canal Rodrix Digital recebeu a Renata Rodrigues, Gerente Senior de Marketing Global da Paxful. Com uma formação acadêmica que combina Marketing, Jornalismo e Programação, possui ampla experiência como Growth Hacker no setor de criptomoedas para mercados globais e, especialmente, na América Latina e o Samuel Barbosa, desenvolvedor desde os 15 anos. Co-fundador do projeto Local Terra, um marketplace P2P descentralizado de Terra Stablecoins usando smart contracts para discutir sobre a acelerada adoção das criptomoedas na Colômbia, como elas estão sendo vitais no dia-a-dia dos colombianos e imigrantes e a busca das autoridades fiscais pelo controle desse mercado sobre 5 perspectivas:

1 . Realidade Econômica do país 2 . Comunidade Cripto 3 . Novos Modelos de negócios no Blockchain 4 . Ponto de vista do Regulador 5 . Futuro Promissor

Quer saber como essa conversa se desenrolou? Então não perca o mais recente Debate Descentralizado: